Container e Agricultura sustentável Como é possível?

Container e Agricultura sustentável

Container e Agricultura sustentável Como é possível?

Container e agricultura sustentável, o que é uma agricultura sustentável pra você?

Começamos este artigo criando uma reflexão sobre o nosso ponto de vista sobre o real do significado de agricultura sustentável. Em um trecho do site suapesquisa.com, diz o seguinte:

“Agricultura sustentável é aquela que respeita o meio ambiente, é justa do ponto de vista social e consegue ser economicamente
  viável. A agricultura para ser considerada sustentável deve garantir, às gerações futuras, a capacidade de suprir as necessidades de produção e qualidade de vida no planeta.” 
 Fonte: www.suapesquisa.com

A partir dessa definição, eu te pergunto, o que você tem feito pelas suas gerações futuras? e pela qualidade de vida no nosso planeta?
Difícil essa pergunta, não é mesmo?

assim vamos iniciar a abordagem do tema, agricultura sustentável, onde vamos tratar os principais pontos favoráveis para se tenham resultados positivos que atendam as necessidade de produção sem esquecer a qualidade de vida do planeta e das nossas gerações futuras. Vamos lá!

Conservação do meio ambiente

        

agricultura sustentável

Conservação do meio ambiente Fonte: ageekyworld.com (2018)

O hábito da conservação do meio ambiente tem sido praticado por muitas famílias nos dias de hoje, muitas das ações tomadas tem uma percepção positiva devido a economia financeira, como é o exemplo do uso consciente da água e energia elétrica, entretanto podemos fazer muito mais, como separação do lixo (reciclável e orgânico).

E na agricultura, como podemos aplicar técnicas de conservação do meio ambiente? São muitas as formas que podemos aplicar esse tipo de ação como a proteção de nascentes, agroecologia, adubagem, conservação do solo, pastagens, controle de doenças entre outros.

Proteção das nascentes

A preservação das nascentes e dos ribeirões é importante para garantir qualidade e quantidade de água nas propriedades. Para isso, é de grande importância manter a vegetação nativa nas chamadas áreas de preservação permanente, que são o entorno das nascentes, encostas íngremes, margens de rios e topos de morros. Elas ajudam a manter os recursos hídricos e a proteger animais silvestres da propriedade.

As nascentes devem ser isoladas num raio mínimo de 50 metros da sua fonte, para que a natureza em volta se recupere. É bom lembrar que a nascente não é só o local onde a água brota, mas sim toda a área e a vegetação ao redor, que ajudam a captar e armazenar a água. Também não deve haver animais no local.

Agroecologia

A agroecologia é uma ciência que estuda a melhor forma de integrar a agricultura, o ser humano e o meio ambiente. Na prática, ela significa o conjunto de todas as ações com o objetivo de integrar a produção sem agressão ao meio ambiente, como o cultivo sem uso de agrotóxicos ou adubos químicos. A transição agroecológica pode ser feita em áreas pequenas, como em carreiras de café, canteiros de verduras e pés de frutas, diminuindo gradativamente a quantidade de adubos químicos.

Conservação do solo e de estradas rurais

As principais práticas de proteção do solo são a manutenção da vegetação nas Áreas de Preservação Permanente; plantio em curva de nível com covas intercaladas; faixas de retenção com cana-de-açúcar, capim ou restos de cultura; barraginhas e outras formas de barreiras para evitar erosão; plantio direto sem arar ou gradear a terra e roçar ao invés de capinar; e conservação das estradas. As estradas são uma das principais causas de erosão das terras no meio rural. Por isso, as vias de acesso devem ser bem planejadas e construídas com sistema de drenagem como forma de evitar os processos erosivos.

Adubação

Quase toda produção sai da propriedade e leva os nutrientes de que as plantas precisam e muito pouco volta para a terra onde tudo é produzido, o que leva o solo a ficar pobre, sendo necessário adubá-lo. Para isso, é recomendado realizar a análise de solo na propriedade, feita gratuitamente pelo Incaper; substituir gradativamente a adubação química pela adubação orgânica, o que reduz os custos de produção. Por meio da compostagem, reciclam-se resíduos orgânicos, que podem ser usados na adubação.

Controle de Pragas e Doenças

O desequilíbrio ambiental priva os animais e insetos de seu habitat natural, provocando pragas e doenças em plantas. Além das orientações anteriores, recomenda-se o uso de bioinseticidas, os quais não contêm produtos químicos nocivos, como calda de fumo, extrato de Nim, que reduzem o uso de agrotóxicos. A recomendação de variedades de determinadas culturas pelo Incaper, como o Abacaxi Vitória, mais resistentes a doenças, também é uma boa pedida.

Pastagem ecológica e integração de lavoura, pecuária e floresta

Durante muito tempo, havia a concepção de que árvores no pasto ocupavam lugar do gado. No entanto, percebeu-se que o sombreamento das árvores é vantajoso para os animais. Associado a isso, recomenda-se a utilização do pastoreio rotativo racional, ou seja, o rodízio do gado nos piquetes. Por meio deste sistema, o gado não esgota o pasto e o capim tem tempo para crescer forte e abundante. Espécies boas para o consórcio com pastagens são o sombreiro, gliricídia, ingá, angico vermelho e outras árvores frutíferas e frondosas.

Construções sustentáveis

container, integrado a natureza

Construção em container, integrado a natureza Fonte:Pinterest.com (2018)

Para uma boa prática de conservação do meio ambiente temos sempre que levar em consideração todo o processo, das práticas sustentáveis até as suas construções. Isso significa que em toda cadeia é necessário que tenhamos que pensar na sustentabilidade. Pensando nisso vamos apontar como principal material para uma construção sustentável, que é o container. O uso dos containers em construção, está cada vez mais comum nas grandes cidades onde os espaços são cada vez mais disputados. Na agricultura, é um pouco diferente, tendo em vista que no campo temos bastante espaço disponível, mas não por isso devemos deixar de nos preocupar com o uso consciente.

Algumas ações podem ser tomadas como por exemplo com a utilização dos containers como forma de construção de casas, depósitos, estufas… entre outros, fato é que o benefício das construções em containers vão além do uso sustentável, assim como já foi citado o trecho do artigo do site www.suapesquisa.com onde diz que “devemos garantir as gerações futuras qualidade de vida para nosso planeta”, isso significa que o container além de trazer benefícios sustentáveis traz consigo a resistência de um material durável, modular e o principal reutilizável.

A aplicação de técnicas utilizando o container na agricultura sustentável, tem trazido uma série de benefícios para a sociedade, tendo em vista o número crescente de unidades, fazendo com que o reconhecimento do container como uma ótima solução sustentável.

Conclusão

É clara a importância da agricultura sustentável no dias de hoje visando se obter uma qualidade de vida, uma maior produtividade, com o uso consciente de recursos naturais. O uso do container na agricultura sustentável, chega para fortalecer a ideia do uso consciente.

Fonte:

Sustentabilidade http://www.diadecampo.com.br