Tire 7 principais dúvidas sobre o container refrigerado

Tire 7 principais dúvidas sobre o container refrigerado

A utilização do container refrigerado tem sido bastante adaptada à arquitetura e à engenharia civil em obras práticas com base na sustentabilidade. Por ser um material muito versátil, sua aplicação tem inúmeros benefícios, tanto para construções domésticas quanto para as comerciais.

Em negócios que exigem temperaturas específicas para o armazenamento de produtos, esse modelo funciona como uma alternativa vantajosa aos setores de alimentação, floricultura, farmácia, além de indústrias químicas e eletrônicas. E tudo isso, muitas vezes, substituindo de maneira efetiva o uso das câmaras frigoríficas.

Mas, ainda que sejam considerados extremamente eficientes e duráveis, talvez você ainda tenha dúvidas quanto ao uso dos containers refrigerados. Por isso, apresentaremos neste post as principais vantagens, como funciona e quando utilizar esse tipo de módulo em seu negócio. Vamos lá?

1. O que é o container refrigerado?

Os containers reefer (ou refrigerados) são modelos com isolamento térmico para que a temperatura interna seja mantida. É indicado para situações específicas, nas quais seja necessária a conservação ou o congelamento de produtos. Eles são uma solução móvel para armazenamento em curto ou longo prazo, com a capacidade de transportarem mercadorias em longas distâncias.

Entre os equipamentos existentes no mercado, esse tipo é um dos mais reconhecidos pela sua eficiência em armazenar itens que precisam ficar sob refrigeração constante.

Para isso, é fundamental a aplicação de revestimentos e a instalação de equipamentos para o controle da temperatura e, em alguns casos, um ar-condicionado potente é instalado para substituir os grandes maquinários padrões.

Além disso, são resistentes ao vento e à água, contendo portas bem seguras. Os containers refrigerados estão disponíveis em diversos tamanhos, mas os mais comuns são os de 20 pés (6 metros) e 40 pés (12 metros).

2. Quais as vantagens do container refrigerado?

A principal vantagem é a economia. Como existe a possibilidade de desligar a câmara em horários de pico de energia sem comprometer a qualidade da refrigeração, é uma excelente alternativa para colaborar com a sustentabilidade.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é o fato de que os containers podem ser modificados, permitindo o acréscimo de vários tipos de produtos em um mesmo local por meio da divisão de ambientes. Isso torna possível manter um lado em refrigeração e o outro em congelamento.

Além disso, a utilização desse material apresenta a sazonalidade como característica forte. Essa flexibilidade é um excelente benefício, afinal, os pequenos empreendimentos podem economizar tempo e dinheiro utilizando uma infraestrutura móvel.

Já os grandes negócios podem combinar o uso de sua própria câmara frigorífica física com o aluguel recorrente do container reefer para aumentar a capacidade de armazenamento em épocas de grandes demandas.

Outros fatores que favorecem a utilização dos containers refrigerados são a contribuição para a integração do transporte, a redução de furtos e danos às cargas, a agilidade das operações de carregamentos e descarregamentos e a diminuição dos custos de rotulagem de transporte.

3. Como ele funciona?

O container refrigerado tem um sistema de refrigeração que mantém a temperatura interna de 30°C negativos a 30°C, dependendo da necessidade. Esse sistema está localizado na parte frontal oposta à porta, e é composto por um compressor, um condensador, uma entrada de ar, o controlador externo e um instrumento de expansão e evaporação interno.

Sua estrutura pode ser de aço ou alumínio, com isolamento térmico de poliuretano de 10 centímetros e acabamento em inox no interior. Geralmente dispõe de refrigerantes R-134A e R-404A.

O grande segredo dos containers refrigerados é o fluxo de ar interno. Mesmo que haja carga máxima, ele não deve ser bloqueado, por isso é importante respeitar as linhas que demarcam esse limite. Além disso, o piso é constituído por barras em formato de T, que garantem que o fluxo de ar passe abaixo dos produtos para haver a troca de calor, retornando por cima até chegar ao evaporador.

4. Para que serve?

Os containers reefer são unidades projetadas para distribuir o ar internamente, com potência suficiente para garantir uma troca de ar perfeita. Servem tanto para aquecer quanto para resfriar ou congelar diferentes produtos.

É bom destacar que o container refrigerado não é projetado para reduzir ou aumentar a temperatura da carga, mas manter a condição preeestabelecida, seja ela quente, fria ou congelada. Além de servir como transporte de carga e câmara frigorífica móvel, o container reefer também é uma das melhores opções para projetos arquitetônicos.

5. Quais suas características e particularidades?

Desenvolvido para suportar condições extremas do clima, como sol abundante, tempestades e alta salinidade, os containers reefer são compostos por liga de aço galvanizado. Isso torna a estrutura extremamente resistente aos abrasivos, corrosivos e outras substâncias que podem existir em ambientes expostos ao ar livre.

O isolamento térmico foi elaborado para garantir a estabilidade das temperaturas ambientes sem sofrer influência externa, beneficiando o controle em um local lacrado. Além do mais, o material é à prova de todos os tipos de animais ou insetos, impedindo o acesso de qualquer contaminante durante o armazenamento ou transporte.

E mesmo que as mercadorias atinjam a capacidade máxima estipulada, ainda proporciona um ótimo espaço para se trabalhar, como estrutura de iluminação bem planejada, ocasionando fácil visualização e acesso na hora de descarregar ou carregar os produtos.

É válido mencionar que todos os modelos de containers refrigerados são desenvolvidos por engenheiros especializados, tendo como principal fator o cumprimento das normas dos órgãos reguladores que determinam padrões construtivos rigorosos, com a finalidade de levar excelentes níveis de desempenho e durabilidade ao dia a dia.

6. Quando é indicado o uso do container refrigerado?

Com os equipamentos de refrigeração instalados, o container refrigerado é indicado para substituir caminhões refrigerados ou câmaras frigoríficas, aperfeiçoando a logística das empresas, especialmente em épocas sazonais.

Mas, ao eliminar todo o maquinário e fazer os tratamentos necessários para uma reutilização, é possível criar uma excelente casa, alojamento temporário ou escritório. Afinal, se comparados a uma construção tradicional em alvenaria, os projetos residenciais criados a partir de containers são mais baratos, rápidos e sustentáveis.

7. O que pode ser armazenado nesse tipo de container?

Seu sistema de refrigeração é desenvolvido para atender diversas demandas de produtos perecíveis, congelados ou que necessitam de ambientes com até 30°C. Por isso, conta com uma engenharia capaz de proporcionar a distribuição do ar para toda carga de maneira equilibrada, o que faz do container reefer um dos itens mais eficazes.

Nem todos os produtos exigem controle de temperatura. Por exemplo, investir na aquisição de um container refrigerado para transportar pneus não faz tanto sentido, pois esse tipo de mercadoria pode esquentar ou resfriar sem problema. Nessas situações, existe a opção de comprar ou alugar o modelo de container dry, que não tem nenhum isolante térmico, mas é eficiente para esse contexto.

Além disso, qualquer produto que exija uma determinada temperatura constante pode ser colocado dentro de um container refrigerado:

  • frutas e verduras;

  • carnes, aves e seus derivados;

  • frutos do mar e peixes;

  • bebidas e produtos lácteos;

  • produtos químicos e farmacêuticos;

  • eletrônicos;

  • flores e plantas;

  • chocolate;

  • gelo.

Cuidados necessários durante o resfriamento

Para que o armazenamento e o transporte sejam eficientes, a carga deve estar fechada e estável no chão para não se deslocar durante o trajeto. Também não é permitido que ocupe espaços além das barras em formato de “T” e acima da linha vermelha.

É imprescindível que o módulo esteja ajustado à temperatura adequada à carga carregada e os controles de desumidificação bem verificados. É fundamental saber que o container não deve passar por um pré-resfriamento, mas a carga sim.

Por fim, como o ar será conduzido pelo caminho de menor resistência, é extremamente importante que não haja nenhuma restrição para esse fluxo ou qualquer espaço vago entre paletes. Isso diminuirá potenciais dissipadores de calor próximos a essas áreas.

Agora que você entendeu melhor sobre a funcionalidade do container refrigerado, já pode entrar em contato com a gente. Independentemente se for armazenar produtos, transportar mercadorias ou realizar um projeto arquitetônico, confira quais são os modelos que oferecemos para o seu serviço. Basta acessar nossa página!