Acabamento externo de container: quais materiais podem ser usados?

Acabamento externo de container: quais materiais podem ser usados?

A necessidade do grande número de mão de obra, máquinas e ferramentas tornam as construções em alvenaria complicadas e, muitas vezes, custosas.

Por outro lado, construções envolvendo containers são mais práticas e baratas. Esse tipo de estrutura está menos sujeito a erros, desperdícios e acidentes por ser adquirido praticamente pronto.

Ainda assim, são necessárias algumas modificações dependendo do objetivo para o qual o container será destinado. Ele pode ser usado como moradia, por exemplo, ou como alojamento para colaboradores no caso de construções, obras e fazendas. Isso requer algumas modificações internas e externas, como revestimentos e acabamentos que podem ser feitos visando melhorar o conforto acústico, térmico e até mesmo estético desses ambientes.

Entretanto, existe uma dúvida comum sobre quais materiais podem ser usados para o acabamento externo de um container. Você também já se perguntou isso? Então, continue a leitura para saber mais sobre o assunto!

Quais são os principais tipos de revestimentos externos?

Apesar de compartilharem alguns objetivos, os revestimentos externos para containers têm suas especificidades. É fundamental considerá-las na hora de escolher qual será o melhor para utilizar no projeto, levando sempre em conta o uso final. Confira os tipos de revestimentos externos e as características de cada nos tópicos a seguir.

Tintas

Esse é o acabamento externo mais utilizado em containers. Existem dois tipos de tinta indicados: a epóxi e a emborrachada. A primeira é uma resina bastante durável, resistente à umidade e com boa aderência às superfícies. Já a segunda tem elasticidade e propriedade de isolação térmica, o que diminui em 30% a energia solar que passa pelo aço do container, gerando maior conforto térmico no interior da estrutura.

Painel isotérmico

Geralmente empregado nos containers dry, o painel isotérmico tem como principal vantagem possibilitar o isolamento termoacústico da estrutura. Por isso, é usado em câmaras frigoríficas ou em depósitos de sementes, locais onde é necessário o controle da temperatura interna.

O painel isotérmico é formado por uma camada de 5 centímetros de isopor/EPS disposto entre duas camadas de chapas de alumínio. Esse material não deve estar sujeito a altas temperaturas, porque isso pode causar deformações na estrutura.

Além do baixo custo, trata-se de um material altamente sustentável, já que demanda pouca energia em sua fabricação e é totalmente reciclável. Além disso, é isento de clorofluorcarbonetos (CFCs) — gás responsável pela diminuição da camada de ozônio.

Telhados

Os telhados também são ótimas opções de revestimento para containers. Alocados acima da estrutura, promovem maior conforto térmico, uma vez que geram sombras maiores. Isso é muito útil nos casos em que o container será usado para alojamento de trabalhadores, por exemplo.

Segundo a Norma Regulamentadora de nº 24, empresas urbanas e rurais que tenham colaboradores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) devem oferecer condições mínimas de conforto e de higiene, garantindo que eles tenham as refeições adequadas nos intervalos da jornada de trabalho. 

Dessa forma, a implementação de telhados sobre os containers é capaz de proporcionar esse bem-estar aos trabalhadores e garantir que a empresa esteja dentro da legislação, evitando sanções no futuro ou até multas.

Aqui, é indicado a compra ou o aluguel de dois containers de maneira que o telhado seja colocado entre eles. Dispensa-se, inclusive, a necessidade da construção de pilastras. Quanto ao material do telhado, ele pode ser de telha térmica (também capaz de diminuir a sensação térmica local), de policarbonato (material bastante resistente) ou outro material semelhante.

Madeira

Existem containers com acabamento em madeira, o que possibilita montar uma espécie de deque na parede. Isso proporciona um aspecto rústico à construção, sendo ideal, por exemplo, para residências e escritórios. É possível também pintar esse material para que fique com um tom envelhecido, dando à estrutura um estilo personalizado.

E por falar em estilo, uma opção bastante versátil é revestir o container com pallets, estrados de madeira geralmente utilizados para movimentação de cargas. Em moradias, por exemplo, essa é uma opção que dá um ar moderno e sofisticado à aparência do container.

Vidro

É possível que o revestimento de um container seja feito de vidro. Essa opção é indicada para pequenas áreas em uma estrutura que servirá como residência, escritório ou até mesmo um ambiente de convivência. Essa opção proporciona maior entrada de luz natural e, consequentemente, gera economia de energia ao evitar que seja necessário o uso frequente de iluminação artificial. É uma alternativa interessante em termos de estética e sustentável ao mesmo tempo.

Policarbonato

A chapa de policarbonato é uma ótima opção quando o assunto é tornar planas as superfícies do container. Isso confere mais conforto, além de possibilitar a personalização por meio da aplicação de papéis de parede, por exemplo. Essa vantagem é útil tanto em residências quanto em comércios, onde é possível plotar divulgações de marca, promoções e outras informações.

Placa cimentícia

A placa cimentícia é produzida com a tecnologia CRFS (Cimento Reforçado com Fio Sintético), um material muito resistente e impermeável. É ideal para o revestimento externo de um container e pode ser encontrada em diferentes espessuras. Essa placa proporciona rapidez na montagem, além de apresentar um ótimo acabamento.

PVC (Cloreto de Polivinila)

Material bastante conhecido para outros fins, o Cloreto de Polivinila (PVC) também é uma opção de revestimento. Resistente aos agentes climáticos, o PVC é bem leve, fator que facilita sua instalação. Esse material também pode ser reciclado, possibilitando a reutilização e evitando o descarte na natureza.

Neste post você percebeu que a versatilidade do container não está apenas nas possibilidades de uso. As opções de acabamento externo de um container também são uma realidade, permitindo que você adeque o tipo de material à condição interna que pretende e também ao estilo do projeto. 

Mas é importante ressaltar que, nos containers reefer, por exemplo, os isolamentos térmico e acústico são propriedades inerentes ao tipo do produto. Por isso, neste caso, é fundamental considerar as especificidades de cada modelo ao adquirir uma dessas estruturas. 

Se você gostou deste conteúdo e quer entender mais sobre containers, siga nossa página no Facebook e fique por dentro do assunto!