Acabamento Interno Para Container

Acabamento Interno Para Container

Após todo o processo quanto à estrutura e a parte externa, é chegado o momento de pensar num acabamento para container. É ele que vai dar o aspecto de lar à construção que utiliza o módulo metálico.

Nessa hora, é importante considerar alguns fatores, como a localização, a temperatura, a acústica desejada etc.

Neste post, você vai entender um pouco mais sobre acabamentos internos para containers, o que são, quais os tipos possíveis e suas vantagens, a importância de escolher um acabamento de qualidade, bem como os fatores a serem considerados nessa decisão. Vamos lá!

O Que São Os Acabamentos Internos Para Containers?

acabamento-interno-para-container-miranda

Uma construção com container pode, claramente, ter as suas próprias estruturas originais como acabamento, sendo essa a opção mais barata.

Nos casos dos containers dry ou high cube, a chapa de aço corten é a que fica aparente nas instalações, sendo responsável pela estética do ambiente.

Porém, o container dry conta com uma alta retenção de calor. Assim, dependendo da temperatura externa, pode haver um aquecimento indesejado do seu interior, sendo essa a sua principal desvantagem.

Já o container reefer conta com um revestimento termoacústico de fábrica e, como acabamento, o aço inox.

Esses dois tipos de container, que contam com o seu próprio “esqueleto” na parte interna, podem ser pintados e enriquecidos em termos de estética. Dessa forma, é conferida ao ambiente uma aparência conforme o gosto do proprietário.

Outro ponto positivo é que as armações que constituem o container são as mais resistentes a eventuais impactos internos. Entretanto, é possível aplicar outros tipos de acabamentos internos, que utilizem materiais que não a estrutura do container.

Nesses casos, não se aplica nenhum tipo de componente especial ou diferente daqueles comumente encontrados em construções de alvenaria tradicionais. Pelo contrário, geralmente são utilizados os mesmos produtos.

Diferentemente dos revestimentos termoacústicos, que estão ali exclusivamente para controlar a temperatura e o som ambiente dos containers, os acabamentos internos visam a incrementar a decoração, embelezando ainda mais o espaço.

Ademais, os acabamentos escondem os revestimentos e dão um aspecto mais aconchegante às paredes e ao teto do container. Ainda, eles garantem higiene, pois evitam o acúmulo de poeira nas quinas, facilitando a limpeza, e segurança, já que impedem que as partes elétrica e hidráulica da construção fiquem expostas.

Por serem materiais sólidos, eles também ajudam na função de isolamento acústico dos sons externos. Os acabamentos internos auxiliam, também, no controle da temperatura no interior do container. Ou seja, eles acabam sendo complementares aos revestimentos termoacústicos.

Eles fazem parte da última etapa da construção com containers. Isso porque, em sequência, em primeiro lugar está a chapa de metal do container. Depois, é aplicado o revestimento, e, por último, é feito o acabamento interno.

Mas quais são os materiais utilizáveis para acabamento interno?

Quais são os tipos de acabamento para container?

quarto-com-acabamento-interno-container

Está disponível no mercado uma série de produtos que podem ser utilizados como acabamento interno.

Confira abaixo os mais empregados no Brasil para esse fim.

Drywall (gesso acartonado)

Drywall consiste em um acabamento composto por lâminas metálicas e de gesso com alta resistência, que são fixadas com parafusos próprios.

Para sua aplicação, primeiro é marcado o nível de assentamento dos perfis metálicos. Em seguida, esses são assentados com prego de aço. Aplica-se, posteriormente, gesso lento, água e sisal naqueles que não entrarem por completo e também nas emendas.

Pregam-se, então, os pinos no teto, em distância que corresponda ao tamanho da placa de gesso utilizada. Feito isso, serão amarrados pedaços de arame e fixadas as junções em forma de H na cabeça dos pinos e em sua extremidades.

Parafusam-se as placas nas junções H. É comum o uso de linhas presas nas extremidades, para ajudar no alinhamento das placas.

Os furos para fiação de iluminação vêm logo em seguida. Ao final, é utilizada a fita para gesso no encontro entre as placas e aplicado gesso liso nessas regiões.

A vantagem desse tipo de acabamento é que o processo de instalação é rápido e se pode obter, como resultado, uma superfície lisa e sem emendas.

OSB

OSB significa Oriented Strand Board, o que seria, em português, um Painel de Tiras de Madeira Orientadas. Assim, o OSB consiste em uma placa formada por tiras de madeira de reflorestamento, todas organizadas na mesma direção.

Para a aplicação desse tipo de acabamento, podem ser utilizadas tintas de base aquosa, se o aspecto final e a rugosidade não forem relevantes. Nos casos em que a estética for um fator importante, são aplicados produtos à base de solventes ou diluentes.

As vantagens do acabamento com OSB são várias. A primeira é o menor impacto ambiental causado, já que ele é elaborado à base de madeira de reflorestamento.

Em segundo lugar, é um material barato, se comparado a outros derivados da madeira.

Além disso, o OSB é consistente e uniforme, não deixando espaços vazios onde é aplicado. É, também, resistente ao fogo.

Cabe ressaltar que o OSB tem longa durabilidade, tendo em vista sua boa resistência físico-mecânica.

PVC

O PVC consiste em um acabamento que utiliza materiais derivados do plástico.

Embora seja um acabamento barato, a sua aplicação é feita por meio da instalação das réguas constituídas por PVC, uma por uma. Por esse motivo, é um processo que leva mais tempo, já que essas réguas são pequenas.

Além disso, a estrutura do acabamento em PVC não suporta grandes impactos, devido à sua baixa resistência mecânica.

Porém, a vantagem desse material é que ele dispensa pintura, sendo, portanto, um acabamento pronto.

Ainda, não propaga fogo e é imune a cupins e fungos. Ademais, o acabamento em PVC é de fácil limpeza, já que basta passar um pano úmido sobre a sua superfície.

Compensado naval

O compensado naval é um acabamento formado por farelo de madeira e resina fenol-formaldeído. Esse é um material muito empregado em tapumes nas construções em geral.

Esse tipo de acabamento é aplicado lixando-se a madeira e polindo-a, em seguida. Utilizam-se vernizes para dar o toque final. Usar uma seladora também pode ajudar na beleza do material.

Além de seu baixo custo, o compensado naval tem a vantagem de ser resistente a forças mecânicas, à água, às chamas e às intempéries.

Painel isotérmico

O painel isotérmico é formado a partir da junção de placas de alumínio e isopor (ou poliuretano) de forma intercalada.

É composto por placas que se encaixam e, por esse motivo, é um acabamento de fácil e rápida instalação. Ademais, esse painel garante isolamento térmico, bem como maior rigidez contra impactos.

Cabe destacar que, além das opções de acabamento citadas acima, os pisos, janelas, portas e outros elementos também são possíveis quando se trata de containers. Vê-se que os módulos metálicos comportam um amplo leque de opções. São, ainda, flexíveis quanto às demandas do proprietário, permitindo diferentes combinações.

Qual é a importância de escolher um bom acabamento e quais fatores devem ser considerados?

Embora manter a estrutura original do container aparente seja possível e mais barato, é evidente que o acabamento interno tem suas vantagens, como visto acima. Entretanto, é importante atentar para a escolha daquele que será aplicado, para que atenda aos seus interesses e necessidades. Portanto, alguns fatores devem ser levados em consideração.

Primeiramente, é claro que a estética do ambiente deve ser lembrada na escolha do acabamento. E a opção dentre as diversas possibilidades dependerá do seu gosto pessoal.

Em segundo lugar, é importante considerar a facilidade de limpeza. Acabamentos que utilizam aço, por exemplo, são mais fáceis de limpar quando comparados com os de madeira, como o de OSB e o de compensado naval.

É importante, ainda, pensar no ambiente em que será instalado. Isso porque, caso se trate de um ambiente mais úmido, como cozinha e banheiros, deve ser escolhido um material mais resistente a essa condição.

Com base nessas informações, vê-se que a escolha de um bom acabamento, que se adéque ao ambiente e às condições financeiras do proprietário, permite a satisfação de ter o ambiente ideal para morar. Cabe dizer: essa satisfação vai além do aspecto estético, proporcionando, também, praticidade, higiene e segurança.

Por isso, ao concluir a construção com os módulos metálicos, considere incrementar a estrutura da forma que melhor atenda aos seus interesses e necessidades. E isso pode ser facilmente feito por meio do acabamento interno.

Gostou destas informações sobre acabamento para container? Então, compartilhe este post nas redes sociais!